A CHUVA DE DEUS TRAZ SUA GRAÇA SOBRE NÓS

A CHUVA DE DEUS TRAZ SUA GRAÇA SOBRE NÓS

“Pois a terra na qual estais entrando para a possuirdes não é como a terra do Egito, de onde saístes, em que semeáveis a vossa semente, e a regáveis com o vosso pé, como a uma horta; mas a terra a que estais passando para a possuirdes é terra de montes e de vales; da chuva do céu bebe as águas; terra de que o Senhor teu Deus toma cuidado; os olhos do Senhor teu Deus estão sobre ela continuamente, desde o princípio até o fim do ano.” (Deuteronômio 11:10-12).

Há uma chuva dos céus destinada a regar a terra para produzir a colheita sobrenatural de Deus!

O Salmo 100:4 diz: “entrai pelas suas portas com ações de graça”. É com um coração agradecido que devemos nos apresentar a Deus. Mas como podemos fazer isto naquele Egito? Eles viviam na escravidão, no sofrimento e debaixo de injustiças! Era isto que o povo de Deus estava passando. Como eles poderiam agradecer?

Precisamos entender a razão de recebermos a Graça de Deus sobre nós. Todos sabem que Deus nos ama. Mas precisamos saber que a régua para medir o amor de Deus por nós não são as bênçãos que recebemos. Ele não derrama bens e favores sobre nós porque nos ama. Se esta Graça fosse a medida do amor de Deus, seríamos tentados a acreditar que Jesus, ou os mártires, não eram amados por Deus. Eles sofreram, perderam tudo, morreram, e o mundo não viu Graça alguma sobre a vida deles. Ninguém na rua, se for questionado, vai querer ter a vida de Jesus, de Paulo, ou de Pedro, ou de João.

A Graça de Deus é algo surpreendente e fundamental, pois ela existe com um objetivo: despertar a nossa fé. Em João 4:48 Jesus disse: “Se não virdes sinais e prodígios, de modo algum crereis”. E é este o objetivo do Senhor derramar a Sua Graça sobre nós. Quando experimentamos o Seu favor, nossa fé vai crescendo. Começamos a confiar na mão de Deus, e decidimos caminhar a passos firmes ao Seu lado! Mesmo que diante de nós haja uma cruz!

Quando o povo de Deus estava no Egito, experimentou a carência, a necessidade e o sofrimento. E não se lembravam mais de Deus. Os relatórios diários, diante dos seus olhos cansados, era de desgraça, injustiça e sofrimento. Aos olhos naturais, eles eram uns coitados, escravos, que não podiam ver nada além disso. A sua força estava quase esgotada. Tinham fé suficiente apenas para não desistir da vida. Suficiente apenas para sobreviver mais um dia, e não sucumbir diante de tamanha tribulação. Mas aos olhos de Deus, eram príncipes!

Deus começou a derramar Sua Graça, através de milagres discretos que eram realizados a cada dia. Imagine quantos livramentos de Deus aconteceram? Quanto cuidado Ele teve com as pessoas! As mulheres tinham filhos em abundância. Os homens eram salvos da morte e se multiplicavam. Até mesmo quando Faraó intentou eliminar todos os bebês meninos, o Senhor providenciou parteiras que evitaram maior desgraça. De fora, nos menores detalhes, vemos a Graça de Deus, e o seu favor com o povo. Mas ali dentro, apenas os olhos mais sensíveis poderiam notar o cuidado de Deus em uma situação como esta.

Então, vemos em Êxodo 3:7-8 as Escrituras Sagradas dizerem que algo aconteceu para mudar esta história. O Senhor fez um sinal, um prodígio, e despertou a fé de Moisés. No meio da sarça ardente Ele se apresentou e disse: “…tenho visto a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheço os seus sofrimentos; e desci para o livrar da mão dos egípcios, e para o fazer subir daquela terra para uma terra boa e espaçosa, para uma terra que mana leite e mel…”

Havia no meio do povo pessoas clamando a Deus. Pessoas que conseguiam ver o que Deus estava fazendo. Pessoas que conseguiram tirar, por um momento, os olhos do sofrimento e coloca-los em Deus. Pessoas que tinham fé que Ele estava pronto para descer e socorrer o Seu povo. Só faltava um elemento em toda história: a oração!

A oração é a faísca que detona o explosivo! A oração de um povo é o gatilho que ativa o Senhor para descer com seus exércitos, e operar a Sua Graça sobre nós. Quando o povo “clamou a Deus”, os exércitos celestiais caíram como uma chuva sobre o Egito e libertaram o povo de Deus. Ali ocorreu a maior sequência de milagres da história da humanidade. Ocorreu a maior vitória de uma nação em uma guerra, onde não precisaram levantar uma só arma! O próprio Senhor Todo Poderoso e seus Exércitos vieram em socorro do povo de Deus. E tudo isto foi por causa do clamor de algumas pessoas simples e humildes, que conseguiram ver o poder de Deus, manifesto em cada pequeno ato da Sua Graça.

Quando o Senhor se levantou e desceu para socorrer Seu povo, Ele não concedeu apenas a vitória. A Graça de Deus foi liberada sem limites, porque agora o povo já acreditava em Deus. Agora o povo já tinha provado sua fé, ao perseverar na oração, no clamor. E Deus se revelou completamente, sem reservas. Pois quando Ele responde com a chuva dos céus, Ele nos eleva ao nível de bênção que Ele planejou para nós. Ele vem realizar Seus sonhos conosco!

ORAÇÃO: Pai amado, dou-te Graças por todos os Teus grandes feitos. Intercedo a Ti, Senhor, pelas pessoas que têm regado a terra com seu suor, para que derrames as chuvas dos céus, regando a Terra, e mudando a sua sorte neste ano de Jubileu. Peço que o Espírito de Milagres seja liberado sobre o Brasil, trazendo libertação, cura e a prosperidade sobre nós. Que o Senhor opere sinais e prodígios para incendiar a Igreja, trazendo a chuva do avivamento, no poderoso nome do Senhor Jesus Cristo. Amém!

Pr. Waterson Sales

Share Button

About author

You might also like

Mensagens

Hoje, vivemos um momento muito especial no Monte Carmelo,

Hoje, vivemos um momento muito especial no Monte Carmelo, com a vista para a linda cidade de Haifa, às margens do mediterrâneo. Inspirados pela história de Elias, ouvimos muito daquela

Share Button
Material de Leitura

Entre Társis, A Baleia e Nínive

Queridos Avivalistas do Século XXI! Nem sempre o propósito de Deus é um lugar de total refrigério. No espírito ele sempre trará alegria, pois poderemos nos deparar com caminhos difíceis,

Share Button
Mensagens

O fogo de Deus é especial

O fogo de Deus é especial – único. Somente o fogo de Deus foi permitido no altar de Moisés, não fogo produzido por algum método humano. Nadabe e Abiú fizeram

Share Button